CANARANA X SALOBRO NA ATUAL CONJUNTURA POLÍTICA MUNICIPAL.

Foto meramente ilustrativa

Após a emancipação política de Canarana/BA tivemos vários prefeitos, logicamente porque deixamos de ser Distrito do Morro do Chapéu, que na época possuía vasto território. (continue lendo até o final apos as publicidades)

Pois bem, vamos ao que interessa. A análise da conjuntura política de Canarana/BA, percebendo a progressão política de gestor para gestor executivo, ou seja, de prefeito para prefeito, administração por administração.

Canarana sempre e na maioria das vezes possuiu prefeitos do Distrito do Salobro e/ou de comunidades mais próximas daquele distrito, motivado pelo seu poder econômico, uma vez que na época era o centro econômico, além de outros fatores cruciais e primordiais.

Quando não era eleito alguém de Salobro, elegia-se alguém de uma comunidade rural mais próxima do Distrito, contrariando e desbancando a sede.

Porém o cenário mudou. A sede possui hoje uma economia 3 ou 4 vezes mais forte e mais do dobro de eleitores do Distrito. Possui mais influência política. Teoricamente os grupos estão mais sólidos e entendidos, tanto é verdade que Salobro não elegeu ninguém para o legislativo na última eleição municipal, mesmo possuindo aproximadamente 8 mil residentes; e se não me falhe a memória 4.500 ou 5.000 votantes.

A partir do momento do crescimento econômico da sede e feita dela o eixo da conjuntura principal elegeu-se um prefeito da sede (nascido em Ibititá mas patriado pelo povo) que possui somados 4 mandatos e quer por sinal tem uma porcentagem de maior aprovação, considerado o melhor dos tempos. Zeni, o poeta.

Porém há problemas nisso, porque Canarana e o Distrito de Salobro possuem, tirando os exageros, uma relação semelhante à de Israel vs Palestina, sempre se desentendendo e discutindo por poder, terras e geografia.

Mas nesta discussão eu não tiro a razão da sede, que possui um sentimento geográfico, regionalista, moral e cultural de que o próximo prefeito deve ser filho da sede, nascido na sede, porque teoricamente nunca tivemos. É um sentimento coletivo da sede do município, da população em si, de grande parte do empresariado e outros seguimentos sociais.

Pra exemplificar melhor, vou listar aqui todos os prefeitos que o município teve e de onde são, vejamos:
  • Manoel Messias Gunes de Andrade 1963-1967 (BARRO ALTO)
  • Odacir Costa dos Santos 1967-1971 (SALOBRO)
  • Manoel Francisco de Paula 1971-1973 (SOUTO SOARES E/OU REGIÃO). O Local de origem deste não é dado exatamente preciso.
  • Odacir Costa dos Santos 1973-1977 (SALOBRO)
  • João Pedro de Souza Santos 1977-1983 (SALOBRO)
  • Videval Seixas Dourado (PFL)1983-1988 (BARRO ALTO)
  • Cláudio Felix de Sá (PP)1989-1992 (UMBURANA DO QUERER)
  • Videval Seixas Dourado (PFL)1993-1996 (BARRO ALTO)
  • Eráclio de Souza Santos (PDT) 1997-2000 (SALOBRO)
  • Antonio Costa dos Santos (PL)2001-2004 (SALOBRO)
  • Ezenivaldo Alves Dourado (PMDB) 2004-2008 (IBITITÁ)
  • Ezenivaldo Alves Dourado (PMDB) 2009-2012 (IBITITÁ)
  • Reinan Oliveira (PT) 2013-2016 (UMBURANA DO QUERER)
  • Ezenivaldo Alves Dourado (PR) 2017-2020 (IBITITÁ)
  • Ezenivaldo Alvea Dourado (PR) 2021-2024 (IBITITÁ)

Esta reflexão me fez questionar porque Salobro de novo? Porque sempre Salobro? O que querem? Porque querem sempre? Não dá pra aceitar ninguém filho da sede?

Além disso vários outros prefeitos são de outros locais que a época eram Distrito. Canarana teve prefeito que nem de lá é.

O problema do Distrito de Salobro não virar cidade é um questão federal. A Câmara dos Deputados Federais aprovou. O Senado aprovou, mas Dilma vetou. Nenhum prefeito pode fazer de Salobro uma cidade. E isso é uma infelicidade porque não só eu como várias outras pessoas desejam a emancipação do Distrito, que tem linhagem étnica própria, cultura, economia e seus sentimentos particulares.

Mas voltando, grande parte da sede não vota de jeito nenhum em candidato de Salobro. Votam em candidato de comunidade próxima mas não votarão em Salobro, justamente pelo sentimento coletivo de querer ter um prefeito da sede ou do lado de cá, da Baixa do Vigário voltando sentido sede.

Então se você observar o cenário político agora e fazer uma reflexão bem feita, perceberá que mesmo Ezenivaldo trabalhando como nunca a eleição será difícil. Essa agora para deputados, senadores, governador e presidente será uma espécie de pesquisa para ver quem se encontra melhor, situação ou oposição.

Sinceramente, agora falando como pessoa e como eleitor. O MEU QUERER E A MINHA SUGESTÃO PARA ENFRENTAR MARLEIDE E QUEM VIER É UMA CHAPA FORMADA POR DR. GABRIEL DE AUGUSTO AZEVEDO (família de reputação e humildade inquestionáveis) PARA PREFEITO E DEILSON PRESIDENTE DA CÂMARA COMO VICE NAS ELEICÕES EM 2024. Este último também muito competente, armaria e organizaria os desentendimentos do Distrito. Isso tudo também para dar certo tem que ter apoio de quase todos os vereadores da situação. Se espalhar, o perigo eminente vira um perigo real.

Então, resumindo, não tem nada fácil. O trabalho do prefeito é contínuo, mas não tem nada fácil. Ou montam a chapa bem montada ou o que está parecendo certo para dar certo, vai dar errado.

Acho justo a concorrência leal e estratégica.

 Ass. Dr Kaique Bastos Montenegro.
Publicado por Bam Dourado no Grupo do WhatsApp que tem como titulo "Politica de Canarana" 

Clique e leia também👇


CANARANA BAHIA: Posto de Saúde de Salobro Falta Água Potável e Sobra Lixo e Pés de Mamona na Área Interna

Prefeitura de Canarana Bahia renova contrato milionário para coleta de lixo no município

CANARANA BAHIA: Justiça determina prefeitura reintegrar servidora pela terceira vez!

CANARANA BAHIA: Funcionário Público Será investigado por acumulo ilegal de cargo

CANARANA BAHIA: Prefeito Ezenivaldo Alves Dourado (Zeni), sofre representação ao Ministério Público Estadual


SALOBRO: Cadeirantes tem dificuldades de acesso ao Posto dos Correios do Distrito de Canarana Bahia

Postar um comentário

0 Comentários